Linha PME Crescimento 2014

BPI dinamiza linha de crédito de 2.000 milhões de euros.

Porto, Portugal, 27-3-2014 — /EuropaWire/ — O BPI, o Instituto de Apoio às Pequenas e Médias Empresas e à Inovação (IAPMEI), a PME Investimentos e as Sociedades de Garantia Mútua (Norgarante, Lisgarante, Garval e Agrogarante) assinaram o protocolo referente à Linha PME Crescimento 2014.

Esta nova linha de crédito tem um montante total de 2.000 milhões de euros e apresenta algumas diferenças face à linha anterior:

  • 1.000 milhões de euros para a Linha Específica “Geral”, dividindo-se em 500 milhões de euros para a dotação especifica “Fundo de Maneio” e 500 milhões de euros para a dotação específica “Investimento”. Para ambas as dotações podem ser enquadradas operações de fundo de maneio e de investimento. Assim, para decidir a qual candidatar-se, as empresas deverão ter em conta apenas critérios de prazo e taxa, com excepção das operações de aquisição de activos financeiros (que complementem a actividade da empresa), que são exclusivos da dotação “Investimento”;
  • 500 milhões de euros para a Linha Específica “Micro e Pequenas Empresas”, cujo limite máximo acumulado nas anteriores sub-linhas Micro e Pequenas deixa de existir;
  • 500 milhões de euros para a nova Linha Específica “Crédito Comercial a Exportadoras”, através da qual cada empresa pode efectuar várias operações, financiando as suas necessidades de tesouraria, através da antecipação de receitas de exportação.

Desta forma, o BPI pretende continuar a dinamizar a economia nacional, promovendo o investimento e as exportações, bem como apoiando as empresas a colmatar as suas necessidades de tesouraria.

Para mais informações sobre como o BPI poderá apoiar a sua empresa contacte o seu Centro de Empresas ou Balcão BPI.

A presente mensagem tem natureza publicitária e é prestada pelo Banco BPI. Não dispensa a leitura de informação pré-contratual e contratual, não constituindo uma proposta contratual.

Comments are closed.